• Novidades

    Idosos produzem enfeites de Natal utilizando técnica do origami

    Tão importantes quanto o cuidado físico, as atividades lúdicas ajudam a manter a saúde mental de pessoas idosas. 

    Idosos produzem enfeites de Natal utilizando técnica do origami | Foto: Divulgação

    Dentro dessa filosofia, a Residencial Club Leger, localizado no coração de São Paulo, próximo ao Parque Estadual do Jaraguá, vem oferecendo, uma vez por semana, curso de origami aos seus residentes. A média de idade da turma é de 84 anos. Eles estão produzindo os enfeites de Natal que serão instalados em todo espaço, como guirlandas, estrelas e a árvore de Natal, utilizando a secular e tradicional técnica japonesa.

    Além do aspecto lúdico, trabalhamos questões importantes para esta faixa etária, como a concentração, coordenação motora, cognição e interação social. Eles ficam muito felizes, chega a ser uma farra, pois brincam e se divertem também. Os benefícios são múltiplos- explica Vinícius Neves, gerente executivo do empreendimento.

    Nos idosos, este tipo estímulo tem como objetivo ajudar pacientes e familiares a conviver ou superar os déficits cognitivos. As atividades também diminuem as limitações emocionais, ambientais e sociais, proporcionando melhora na qualidade de vida, incluindo melhor interação social.

    A professora do curso, Dona Luiza, também tem 84 anos e é descendente de japoneses. Além de ministrar as aulas, ela também busca na atividade um meio de se manter ativa nestes encontros semanais.

    Esse é um período da vida onde a pessoa tende a ficar mais sozinha. A própria Dona Luiza passou por perdas recentes e o fato de sair de casa e ter essa atividade fez com que ela conseguisse superar uma fase não muito boa - explica Vinícius, destacando que o Leger tem entre seus objetivos prioritários estimular o convívio social dos residentes com atividades diárias, como as sessões de musicoterapia.

    Os fatores que podem definir um envelhecimento bem-sucedido são a autonomia, a independência e o envolvimento ativo com a vida, a família, os amigos, o lazer e a sociedade. Além disso, o equilíbrio entre as limitações e as potencialidades do indivíduo é um aspecto relevante para a obtenção de uma velhice saudável

    Sobre o Residencial Club Leger

    Localizado em um espaço de 110 mil metros quadrados vizinho à área de preservação do Parque Estadual do Jaraguá, a 20 quilômetro do Centro de São Paulo, o Residencial é cercado de área verde que permite aos residentes atividades como piqueniques com a família, trilhas e aulas de jardinagem.

    Neves destaca que o Leger tem entre seus objetivos prioritários estimular o convívio social dos residentes com atividades diárias, como as sessões de musicoterapia, que influenciam nas funções cognitivas e motoras. O espaço disponibiliza de uma equipe multidisciplinar com geriatra, enfermeiros, terapeuta ocupacional, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas e psiquiatras, que acompanham os residentes diariamente.

    A elegância, o conforto e os espaços de socialização são marcas do empreendimento. A estrutura conta com salão para festas e eventos, adega, biblioteca, confecção de arranjos florais, restaurante, piscina, quadra de tênis, capela e fogão à lenha.

    Pretendemos manter o idoso ativo, assistido e convivendo com a natureza em um local que promove a qualidade de vida através de atividades que proporcionam momentos de descontração e alegria - comenta Neves.

    Nenhum comentário