• Novidades

    Qual a importância de fazer um check-up antes de começar a treinar?

    O corpo humano é uma máquina que funciona como um todo, tudo está interligado e quem está comando dessa máquina fantástica, como todos sabem, é o cérebro. 

    Foto: Divulgação

    Porém o que muitos não têm ciência é sobre o funcionamento do sistema de cada organismo do corpo humano.

    Todos nós só vemos nosso corpo pela parte externa, se aparecer uma ferida na nossa pele, logo já vimos. Já na parte interna se o corpo não tiver nenhuma reação de dor, não sabemos se tem alguma ferida internamente, e seguimos a vida normalmente.

    Qualquer atividade física é um estresse muscular do corpo, vamos colocá-lo para trabalhar, e dependendo ele será fadigado em alguma parte. E o treinamento de força terá que ter um estímulo muscular para poder apresentar a força e tamanho de músculo que queremos que ele tenha auxiliado com uma rica alimentação. 

    Nós, Educadores Físicos temos que fazer um treinamento diferenciado para cada tipo de pessoa, interfere muito a diferença de faixa etária, sexo e qualidade de vida da pessoa com que vamos começar a trabalhar. O treino de uma é sim diferente da outra. E todo mundo passa pelo período de adaptação. 

    Foto: Divulgação

    Por exemplo, o treinamento de uma mulher na faixa etária de 50 anos com os hormônios alterados por conta da menopausa ou não, é muito diferente de um homem que apresenta a doença da obesidade e que está na faixa etária de 20 anos. Temos que saber como está o sistema do organismo de cada pessoa para podermos realizar um tratamento qualificado e eficaz para todos e de acordo com a necessidade.

    O check-up médico é muito importante para colhermos dados eficazes, qualitativos e quantitativos, pois assim o profissional pode prescrever o treinamento mais qualificado para o aluno alcançar o resultado que deseja sem haver prejuízos para saúde e assim aumentar sua qualidade de vida. E também a avaliação médica é o material que vai proporcionar um feedback preciso do desenvolvimento físico do aluno.

    Nenhum comentário