• Novidades

    O Brasil é agora o 9º país no mundo a enviar estudantes para os Estados Unidos

    Número de estudantes internacionais nos Estados Unidos atinge nova alta de mais de 1.095 milhões


    De acordo com o Relatório Open Doors de 2019, publicado hoje (18.11) pelo IIE e pelo Escritório de Assuntos Educacionais e Culturais do Departamento de Estado dos EUA, o Brasil é o 9º país no mundo a enviar estudantes para os Estados Unidos, aumentando em 9,8%, o segundo maior aumento percentual de estudantes internacionais de qualquer país do mundo entre os anos letivos terminando em 2018 e 2019.  O número total de estudantes estrangeiros nos Estados Unidos aumentou 0,5%, atingindo um recorde de 1.095.299 no ano letivo de 2018-2019, enquanto o número de estudantes americanos no exterior aumentou 2,7% em 2017-2018 em relação ao ano anterior.  Os Estados Unidos continuam a ser o principal destino de estudantes internacionais no mundo.  A mudança no número de estudantes americanos no Brasil aumentou drasticamente em 29,9% para 2.699 de 2017 a 2018.

    Comemoração da Semana Internacional da Educação

    O encarregado de negócios interino William Popp destacou a importância do estudo internacional para a Missão dos EUA no Brasil - "O intercâmbio educacional entre o Brasil e os Estados Unidos é vital para a nossa relação bilateral.  Estamos muito satisfeitos em ver aumentar o número de brasileiros que escolhem os Estados Unidos como seu destino de estudo preferido e esperamos que o crescimento em nossos intercâmbios educacionais continue.  Fortes parcerias entre instituições americanas e brasileiras como o EducationUSA, a Fulbright, a CAPES e outras ajudaram a tornar esse aumento possível.

    A Missão dos EUA no Brasil celebrará a Semana Internacional da Educação, de 18 a 22 de novembro, com várias iniciativas e oportunidades para que os estudantes brasileiros aprendam mais sobre estudar nos Estados Unidos.  

    O EducationUSA sediará uma Feira Global virtual de Faculdades e Universidades no dia 20 de novembro, das 6h às 18h, disponível gratuitamente online no site EdUSA.CollegeWeekLive.com, e incluirá mais de 80 conselheiros de admissão em faculdades e universidades dos EUA e conselheiros do EducationUSA que oferecerão orientação sobre como estudar nos Estados Unidos.  Muito mais informações estão disponíveis em http://EducationUSA.org.br, http://EducationUSA.state.gov e Facebook.com/EducationUSABR


    O EducationUSA também lançará o programa Oportunidades Acadêmicas, que nos últimos 13 anos beneficiou centenas de estudantes brasileiros carentes de alta excelência acadêmica para se candidatarem a cursos de graduação nos Estados Unidos com o objetivo de obter uma bolsa de estudos integral dessas instituições de ensino superior.  No dia 19 de novembro, o EducationUSA Brasil lançará o chamado para graduação com um Facebook Live às 16h no endereço https://www.facebook.com/EducationUSABR/. 

    Muitas oportunidades de bolsas de estudo também podem ser encontradas na Fulbright Brasil: http://fulbright.org.br.  

    Mais informações estarão disponíveis no site da Embaixada: http://br.usembassy.gov.


    Resultados do Open Doors no Brasil

    O número de estudantes brasileiros nos Estados Unidos aumentou 9,8%, para 16.059, depois de já ter aumentado 11,7% no ano anterior.  O Brasil é hoje o 9º país no mundo a enviar estudantes para os Estados Unidos.

    Os números do Open Doors no Brasil são fortalecidos pelo aumento do número de centros de orientação EducationUSA, que agora chegam a 41 centros em todo o Brasil, a maior rede EducationUSA do mundo.  O número de diplomas de ensino médio duplo em escolas brasileiras de ensino médio em parceria com escolas americanas de ensino médio onde os alunos recebem diplomas de ensino médio do Brasil e dos Estados Unidos nas principais cidades do país também está aumentando. Essa nova tendência já está contribuindo para aumentar o número de estudantes brasileiros que se inscrevem em cursos de graduação nos EUA, 5,6%. Novos programas preparatórios também estão chegando às escolas de ensino médio brasileiras, onde os estudantes se formarão com créditos de ensino superior dos EUA. 

    Resultados do Open Doors em todo o Mundo

    Houve também um ligeiro aumento na mobilidade estudantil em todo o mundo para um novo recorde de 1.095.299 no total de estudantes nos Estados Unidos.  O número total de estudantes matriculados (estudantes de graduação, pós-graduação e não-graduação) diminuiu 1,6%, enquanto o número de estudantes internacionais que buscam oportunidades de emprego após seus estudos acadêmicos em Treinamento Prático Opcional (OPT) continua a aumentar (+2,1%).

    Os locais de onde saíram mais estudantes internacionais e Estados anfitriões

    Os lugares de onde saíram mais estudantes internacionais para os Estados Unidos foram China, Índia, Coreia do Sul, Arábia Saudita, Canadá, Vietnã, Taiwan, Japão, Brasil e México. Os cinco estados que mais receberam estudantes brasileiros nos Estados Unidos foram a Flórida, a Califórnia, Nova York, Massachusetts e o Texas.

    Programas Acadêmicos e Níveis de Estudo

    O Open Doors 2019 relata que mais da metade (51,6%) de todos os estudantes internacionais estudam nas áreas STEM, com um em cada cinco estudando Engenharia. Pelo quinto ano consecutivo, Matemática e Ciência da Computação foi o campo de estudo que mais cresceu (+9,4%).  Para o Brasil, 48,4% dos 16.059 estudantes nos Estados Unidos cursaram a graduação, 29,5% pós-graduação, 9,4% programas sem graduação e 12,7%, programas OPT. 

    Nenhum comentário