• Novidades

    Exposição artística sobre o aço tem apoio de siderúrgica no Rio

    Entra em cartaz a exposição "Força Precisão Leveza - aço e criação artística" a partir do dia 09/11, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. 


    A mostra destaca o uso do aço como material na produção de peças de três grandes artistas, de diferentes gerações: Amilcar de Castro (1920-2002), Franz Weissmann (1911-2005) e Waltercio Caldas (1946). A exposição tem o patrocínio da Ternium, mantenedora do Museu, e o apoio do IED (Istituto Europeo di Design), que desenvolveu a programação visual e expografia, junto com o curador.

    A exposição, com curadoria de Franklin Espath Pedroso, conta com 28 obras de arte pertencentes aos acervos do Instituto Amilcar de Castro, Instituto Franz Weissmann, de Waltercio Caldas, da Pinakotheke Cultural, entre outras coleções privadas, do próprio Museu e Coleção Gilberto Chateaubriand / MAM Rio. As obras ocuparão uma área de 1.800 metros quadrados no segundo andar do Museu.

    Essa é uma exibição de obras de arte que busca propor ao público uma reflexão sobre o uso do aço nas esculturas feitas por esses artistas, seus diferentes processos e abordagens, e de que maneira eles desenvolveram em seu processo inventivo questões como leveza, equilíbrio, geometria e matemática. As obras não estarão separadas por artistas. O curador buscou aproximações sutis entre os trabalhos.

    São três artistas de diferentes gerações e com um rico universo, e reunimos pela primeira vez este conjunto de esculturas, em que o público poderá observar a versatilidade e o desenvolvimento deste material neste período da história da arte brasileira, diz Franklin Pedroso.

    Ainda, a Ternium promoverá uma agenda de atividades junto ao museu. Atividades com alunos de escolas públicas de Santa Cruz e atividades extras nos pilotis do museu são algumas das iniciativas que serão feitas durante a exposição.

    Gerente de Relações com a Comunidade, Fernanda Candeias, ressalta a importância de apoiar ações que promovem arte e cultura. 

    A nossa prioridade é sempre incentivar o desenvolvimento social na cidade do Rio de Janeiro, em especial, na comunidade de Santa Cruz. Ficamos muito felizes com a oportunidade de colaborar com a realização desta exposição, fomentando assim, arte e cultura para o nosso município, disse Candeias.

    OBRAS/ARTISTAS

    De Amilcar de Castro, estarão 11 obras, de tamanhos variáveis, a mais antiga delas de 1955: "Shiva" (1955), em ferro, 90x150x155cm, que há décadas não era vista em exposições. Além do acervo do Instituto Amilcar de Castro, estarão esculturas pertencentes à Pinakotheke Cultural, e da Coleção do MAM. Nos jardins, projetados por Burle Marx (1909-1994), estará ainda uma escultura bem conhecida do público: "Sem título" (2000), de 240cm x 194,5 x 94 cm, doação do poeta e crítico Ferreira Gullar (1930-2016).

    De Franz Weissmann estarão as obras históricas "Coluna concreta" (1951/2003), de 224 x 60 x 60 cm, um ícone da história da arte brasileira, e "Torre" ("Coluna neoconcreta I", 1957), de 140 x 55 x 55 cm, além de "Sem título" (1957/2003), e outras das décadas de 1970, 1980 - como "Flor tropical" (1980) -, 1990 e a mais recente, "Espaço circular" (2004/2011), de 206 x 187 x 115 cm. Weissmann é o artista brasileiro com mais obras em espaços públicos.

    De Waltercio Caldas estarão obras pouco conhecidas no Brasil, como "Mar de Exemplo" (2014), só vista no ano de sua criação no Sesc Belenzinho, em São Paulo, em aço inoxidável e acrílico, que ocupará uma área de 30m x 15m, e "O Incidente" (1995), nunca vista no Brasil. E complementam esculturas emblemáticas do artista que combinam aço inoxidável e fio de algodão ou lã, dos anos 1990 e 2000.

    A exposição "Força Precisão Leveza - aço e criação artística" celebra "o ingresso da Ternium como mantenedora do Museu, ocorrido nos últimos dias de 2018", destacam Paulo Albert Weyland Vieira e Henrique J. Chamhum, diretores do MAM. "Maior produtora de aço da América Latina, a Ternium opera, desde 2017, na cidade do Rio de Janeiro, sua maior unidade operacional, gerando mais de nove mil empregos e promovendo ações e projetos sociais no seu entorno", informam.

    PROJETO EDUCATIVO

    O programa educativo Eu, Você e o MAM irá realizar atividades artístico-educacionais desenvolvidas especialmente para que se vivencie a exposição "Força Precisão Leveza - aço e criação artística". O transporte e o lanche correrão por conta da Ternium, que já faz um trabalho socioeducativo em seu entorno, abrangendo Santa Cruz, Itaguaí e Sepetiba.

    Serviço: exposição "Força Precisão Leveza - aço e criação artística"

    Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

    [Segundo andar, espaço 2.4]

    Abertura: 9 de novembro de 2019, sábado das 15h às 18h

    Até 02 de fevereiro de 2020

    Lei de Incentivo à Cultura /Mantenedores do MAM Rio: Petrobras, Ternium, Ministério da Cidadania - Pátria Amada Brasil - Governo Federal. Apoio: IED (Istituto Europeo di Design)

    Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

    De terça a sexta, das 12h às 18h.

    Sábado, domingo e feriado, das 11h às 18h.

    Ingresso: R$14; estudantes maiores de 12 anos: R$7; maiores de 60 anos,

    Amigos do MAM e crianças até 12 anos: entrada gratuita

    Quartas-feiras: entrada gratuita

    Domingos ingresso família, para até 5 pessoas: R$14

    Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85

    Parque do Flamengo - Rio de Janeiro - RJ 20021-140

    Telefone: 21. 3883.5600

    Nenhum comentário