• Novidades

    Células-tronco auxiliam no tratamento de paralisia em animais

    Os resultados aparecem em apenas três sessões e a melhora é contínua mesmo após o término do tratamento, diz veterinário da Animal Place

    A descoberta de tratamentos com células-tronco mudou a vida de muitas pessoas nos últimos anos, colaborando com a cura de doenças como a paralisia e até câncer. Embora ainda recente, o recurso também é usado com sucesso no campo da medicina veterinária. Segundo Jorge Morais, veterinário e diretor da rede Animal Place, a terapia celular já é largamente utilizada para a cura de enfermidades em animais domésticos e também em outras espécies, como cavalos e coelhos. “As células-troncos dão origens a todas as outras e possuem um enorme poder anti-inflamatório”.

    Segundo o especialista, o tratamento pode e deve ser associado à cirurgia de coluna para a descompressão da medula e mostra-se bastante eficaz nesses casos. 

    Atende pacientes que fizeram uso das células-tronco no último ano e apresentaram ótimos resultados no pós-cirúrgico. Na terceira sessão eles já conseguiam ficar em pé e demonstravam certa firmeza nas patas. Após algumas sessões esses animais já podiam se movimentar com muito mais agilidade, descreve.

    As células-mães, como também são chamadas, são retiradas do corpo do animal, levadas para um laboratório onde serão separadas e transformadas em novas células para, então, serem implantadas diretamente na região afetada ou através da via endovenosa.

    Elas regeneram as células doentes. A melhora é gradativa e contínua mesmo após o término do tratamento, já que continuam atuando nos tecidos após as aplicações, garante Morais.

    Nenhum comentário