• Novidades

    Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo reivindica revisão de decreto sobre visto

    Na defesa dos interesses das agências de viagens e do mercado de Turismo como um todo, a Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo - ABAV-SP, comandada pelo presidente Edmilson Romão, encaminhou uma comunicação oficial ao Senador Randolfe Rodrigues. Nela, é solicitado que o seu posicionamento referente ao decreto legislativo pelo qual pretende restabelecer a exigência de visto para cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão, cuja suspensão havia sido anunciada em 18 de março, seja revisto.



    A ABAV-SP também pediu apoio aos senadores José Serra, Mara Gabrilli e Major Olimpio para que vetem a proposta apresentada.

    Confira o comunicado completo encaminhado ao Senador Randolfe Rodrigues.


    Ao Excelentíssimo Senhor
    Senador RANDOLFE RODRIGUES
    Senado Federal
    Brasília-DF
    Ref.: Revisão de decreto para restabelecer exigência de visto para cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão.

    Sr. Senador,

    A Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo – ABAV-SP vem, por meio desta, solicitar que seja revisto o seu posicionamento referente ao decreto legislativo pelo qual pretende restabelecer a exigência de visto para cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão, cuja suspensão havia sido anunciada em 18 de março.

    O Turismo se concretiza como um setor de extrema importância para o PIB brasileiro, tendo sido responsável pela injeção de US$ 163 bilhões na economia do país em 2017 e
    pela geração de mais de 7 milhões de empregos.

    Considerando apenas a cidade de São Paulo, a arrecadação de impostos (ISS) pelo Grupo 13 (Turismo) chegou a R$ 330 milhões em 2018. No ano passado, batemos recorde de estrangeiros no país, ultrapassando 6,6 milhões, dos quais quase 11% (715.635) foram provenientes dos países para os quais foi divulgada a isenção de visto a partir de 17 de junho e que já contavam com a facilidade de obtenção de visto eletrônico, o que resultou em aumento de 35% na emissão do documento. Ao todo, o gasto de turistas estrangeiros no Brasil em 2018 chegou a US$ 5,43 bilhões.

    O Turismo é fonte de riqueza e desenvolvimento para o nosso país, responsável por um a cada dez empregos (diretos e indiretos), beneficiando uma malha de 52 setores
    sinérgicos que formam a sua rede. A não necessidade de visto implicará em ainda mais recursos para São Paulo e para o Brasil, no aumento na ocupação hoteleira e de voos

    domésticos para deslocamentos entre destinos nacionais, consumo em restaurantes, gastos com passeios, atrativos e comércio e geração de milhares de novos empregos.
    Estou certo de vosso atendimento e ao inteiro dispor para colaborar no que que for necessário.

    Atenciosamente,

    Edmilson Romão
    Presidente da ABAV-SP

    Nenhum comentário