• Novidades

    Cuidados na Diabetes

    O nível de açúcar no sangue afeta vários aspectos de vida, requerendo cuidados e atenção

    Foto: Divulgação 

    Com a falta de tempo para planejar uma alimentação optando pelo consumo de produtos saudáveis, muitas pessoas acabam comendo alimentos mais industrializados sem se preocupar com as consequências disso para o organismo.

    Mesmo em meio à correria do dia a dia, a preocupação com a alimentação e o cuidado com a saúde é essencial para se manter bem e saudável. Assim como uma visita a um nutricionista, os exames de checape geral, feitos com um médico especialista, não deveriam ser abortados da lista anual de planos e afazeres, pois estes podem prevenir doenças eminentes além da possibilidade de diagnostico e tratamento precoce destas – um exemplo de doença que pode ser diagnosticada é a diabetes, agravada pela falta de cuidados alimentares.

    Em pacientes diabéticos o zelo é grande: eles precisam de exames de rotina em mais de um médico (nutrólogo, endocrinologista, oftalmologista e, se necessário, dermatologista), sempre de maneira interdisciplinar – em caso de falta de um desses especialistas, o clínico geral pode ser consultado.

    Pensando na importância desse cuidado em pacientes com a doença, a médica Marcia Simões da Eden Clinic, em Curitiba, indica a frequência em que especialistas devem ser consultados por estes:


    - Dentista: de 6 em 6 meses;


    - Nutricionista: depende do momento de tratamento em que o paciente está. Sendo, inicialmente, mensal;


    - Nutrólogo: depende do momento de tratamento em que o paciente está. Sendo, inicialmente, mensal e, depois, trimestral;


    - Endocrinologista: inicialmente mensal e, após tempo de consulta, quando a doença estiver controlada, encontros de 3 em 3 meses;


    - Oftalmologista: no primeiro ano, semestral e depois, anual;


    - Dermatologista: quando necessário.

    Marcia ressalta a importância desses cuidados: “O tratamento adequado é muito importante para o controle da doença, diminuição da hiperglicemia (açúcar no sangue) e prevenção de complicações”; o paciente precisa, segundo a doutora, observar constantemente seu nível glicêmico pois, mesmo com medicação diária, se não houver melhora, esse deve procurar atendimento médico. É recomendado, também, que os pacientes iniciem uma atividade física, regulem o metabolismo e sigam uma dieta com baixa quantidade carboidratos, evitando açúcares, doces e alimentos industrializados no geral.

    Mas, assim como esses cuidados, todos – e não só diabéticos – precisam se atentar com a glicemia elevada. “Se você sente muita vontade de urinar, além de sede, cansaço; se sua visão estiver embaçada e você tiver mal-estar, dores de cabeça e, em estágios mais avançados, apresentar hálito com mal cheiro, náuseas, vômitos, respiração curta, boca seca e confusão mental, a procura de um médico especialista é, urgentemente, necessária”, orienta a médica. 


    Serviço: Eden Clinic
    Dr. Marcia Simões (CRM 33207)
    Médica e Diretora Técnica da Eden Clinic
    Tel: (41) 3501-9358
    E-mail: contato@edenclinic.com.br
    Site: http://www.edenclinic.com.br/
    Edereço: Rua Padre Anchieta, 2050, Bigorrilho, Curitiba -Pr.

    Nenhum comentário